sábado, 16 de dezembro de 2017

Mesmo com possibilidade de fechar as portas, maternidade de Apodi realiza partos

(Foto: Maternidade Claudina Pinto)


A Maternidade Claudina Pinto em Apodi mesmo com possibilidade de fechar suas portas continua prestando um belíssimo serviço à sociedade Apodiense, fato esse comprovado na manhã deste sábado  (16), onde foram realizados noves partos.

Varias são as forças para que a Maternidade feche as portas, mas graças à força de vontade dos funcionários da maternidade o serviço continua sendo feito, pois se depender do poder público a única maternidade da cidade irá fechar. 

A Apami conclama a todos os Apodiense a abraçarem a Maternidade Claudina Pinto, ela vem sofrendo fortes golpes e precisamos do apoio todos vocês. APODI precisa da Maternidade e a Maternidade precisa de você! 

Além das noves cesarianas, ainda foram realizadas uma histerectomia e uma perineoplastia. Hoje também, começaram a trabalhar na Maternidade alguns estudantes concluintes de Medicina da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (Uern).

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Câmara aprova relatório da CPI da maternidade e prefeito segue investigado



A maioria da câmara aprovou ontem (14) o relatório da CPI da Maternidade que investigou o Prefeito Alan Silveira sobre acusações de que o mesmo teria ordenado demissões de vários prestadores de serviços da APAMI por mera politicagem.

A votação teve o resultado de 7x5 favorável ao relatório, o texto será entregue ao Ministério Público para que possa ser acatada a denuncia. O relator dessa comissão é o vereador Chico de Marinete, que fez a leitura do conteúdo na plenária durante a sessão.

O relatório cita em detalhes cada etapa do processo, destacando os principais pontos das oitivas das testemunhas, entre elas a ex-diretora da maternidade, uma parte do pessoal que fora demitido, segundo a denúncia, por imposição do prefeito Alan Pinto. 

O prefeito Alan também foi ouvido e teve seu depoimento expressado no conteúdo do relatório, bem como do presidente atual da APAMI Kerenski. 

O próximo passo é protocolar o relatório e aguardar a posição do ministério público a cerca da denúncia apurada. Fizeram parte da comissão parlamentar de inquérito também os vereadores Júnior Souza e Paulo de Telécio.

Com 80 mil, Prefeitura poderia saciar a sede de cerca de 130 comunidades rurais em Apodi



A Prefeitura Municipal de Apodi publicou no diário oficial dos municípios o extrato de homologação do pregão de registro de preço no qual pretende gastar R$ 77.380,00 (setenta e sete mil e trezentos e oitenta reais) com fogos de artifícios.

A Prefeitura de Apodi pretende gastar quase 80 mil reais no réveillon 2017/2018 somente com fogos de artifícios, fato esse que gerou grande repercussão negativa para o prefeito Alan Pinto, pois enquanto a sociedade sofre com falta d'água em diversas comunidades, atendimento na saúde, os estudantes universitários pagam valores absurdo para se dirigirem as suas universidades o prefeito pretende gastar esse valor abusivo com "bombas".

Apodi se encontra em situação de calamidade em algumas áreas, com possibilidadede até fechamento de sua única maternidade e da municipalização do Hospital Regional Hélio Morais Marinho, mas o prefeito está preocupado com a velha e conhecida política do "Pão e Circo".

Com o valor pretendido para gastar com "Bombas" daria para comprar aproximadamente 130 bombas submersa, que iria abastecer diversas comunidades e matar a sede do povo sofrido de Apodi.

Vereador Gilvan Alves cumpre mais uma promessas de campanha



O Vereador Gilvan Alves  (AVANTE) sehue firme na linha coerente e fiel ao que defendeu na pré e campanha de vereador no ano de 2016. 

Em 2016, o vereador quando candidato defendeu  o fim da reeleição para o cargo de Presidente da Câmara Municipal de Apodi. Hoje, incumbido do cargo de vereador, propôs um projeto que foi aprovado pelos membros da Casa Legislativa, uma matéria sobre o assunto. 

Um Projeto de Resolução de autoria de Gilvan Alves foi apresentado, votado e aprovado. O mesmo, regulamenta dentro do Regimento Interno da Augusta Casa das Leis de nosso município, o fim da reeleição para Presidente da Câmara.

"Assim, estamos cumprindo mais uma promessa que fizemos quando candidato, em palanque. Porém, hoje, tem um dispositivo no Regimento Interno que regulamenta o assunto. A exemplo da Tribuna Popular (aprovado e em vigor) e da coleta seletiva nas escolas (infelizmente vetado pelo prefeito), nos comprometemos na campanha e agora está no regulamento da Câmara Municipal, assim como diversas Leis Municipais que já propomos", disse Gilvan.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

[BOMBA] Prefeito e Equipe da Sec. de Saúde vão a Natal reivindicar Municipalização do Hospital Regional



Notícias que chegam de Natal dão conta que o Prefeito Alan Silveira, juntamente com a equipe da Secretaria Municipal de Saúde foram até a Capital do Estado reivindicar a municipalização do Hospital Regional Hélio Morais Marinho - Apodi.

Se tal fato se concretizar é o maior retrocesso da história na saúde do nosso município. Estaremos perdendo o nosso hospital Regional e muitos dos serviços que ali encontramos. 

Não bastasse perder um Hospital Regional, o Prefeito e sua equipe pretende abrir uma sala de partos no hospital o que inviabilizará a manutenção da Maternidade Claudina Pinto funcionando. 

Dessa forma, de uma só manobra Apodi estará perdendo um Hospital Regional e uma Maternidade. Se a saúde já estar ruim, a tendência vai ser piorar!

Camponeses tentam entregar pauta de reivindicações das áreas rurais e saem insatisfeitos da Prefeitura de Apodi



Desde a reunião do mês de outro de 2017 dezenas de comunidades rurais e de áreas de assentamentos do Apodi/RN em conjunto com o Fórum da Agricultura Familiar de Apodi – FOAFAP estiveram elaborando seus planos de demandas para serem enviadas através deste coletivo ao poder público municipal apodiense.

Depois do documento elaborado o FOAFAP enviou através do STTR de Apodi o ofício nº 24 datado do dia 27 de Novembro de 2017 solicitando uma reunião com o Prefeito Alan Silveira para entregar a demanda apresentada pelas comunidades e solicitando que as referidas sejam incluídas no orçamento para o ano de 2018, porém até a manhã desta quarta o coletivo do FOAFAP não tinha obtido resposta. 

Diante da ausência de resposta sobre a disposição de receber a demanda as lideranças comunitárias resolveram na manhã desta quarta visitar o sede do executivo apodiense na tentativa de entregarem a pauta. 

Cerca de 30 lideranças comunitárias do movimento rural do município foram ao gabinete. Os líderes comunitários foram recebidos pela vice prefeita Hortência Regalado, pois o prefeito Alan Silveira estava cumprindo agenda na cidade de Natal/RN.

Os agricultores objetivavam entregar as demandas das áreas rurais e saírem do gabinete com um documento de compromisso do governo municipal em atender as demandas dentro do orçamento do ano de 2018, as lideranças exigiram um documento oficial com assinatura da gestão, porém não houve o entendimento da gestão em assinar um documento se comprometendo neste pleito. 

Os camponeses foram ao gabinete entregar a pautas das comunidades e solicitar um documento que de fato firma-se um compromisso do poder público municipal com as associações, mas a gestão alegou que não pode emitir um documento nestes termos.

“É lamentável, a história se repete ao longo das gestões, nós do STTR e Associações sempre enviamos essa demanda e as gestões nunca priorizaram, mais uma vez não houve compromisso nenhum da gestão, tanto essa atual, como anteriores, para com a pauta de nossas associações”. Lamentou Agnaldo Fernandes presidente do STTR de Apodi/RN. 

Seu Poroca que é presidente da Associação de Baixa Fechada II também lamentou o ocorrido e explicou: “Secretário, vice prefeita nós que sair daqui com um documento assinado por vocês pra não acontecer o que aconteceu nas outras vezes, o cabra diz que vai fazer e não faz, nós das associações estamos desacreditado de combinado só de boca”.

Confira pauta de reivindicações:









Apodi continua a sofrer com queimada no lixão



Na noite de ontem (12) grande parte da cidade de Apodi foi coberta pela fumaça que era oriunda da queima do lixão o que acaba afetando a saúde da população e prejudicando o lençol freático.

O Vereador Gilvan Alves criou um projeto de lei que foi por unanimidade aprovado para que fosse feito a coleta seletiva nas escolas  municipais, projeto esse vetado pelo prefeito Alan Pinto. A coleta seletiva ajudaria a diminuir a produção de resíduos sólidos a serem jogados no lixão, mas nenhuma medida vem sendo tomada acerca do lixão. 

O prefeito Alan já está por dentro da problemática desde o inicio da sua gestão e até a presente data não tomou nenhuma atitude, aliás, a única atitude tomada pelo prefeito de Apodi foi registrar um B.O na delegacia, mais uma vez atribuindo o fracasso de sua gestão à terceiros, fica a pergunta quantos boletins de ocorrência vão ser feito até o final da gestão? 

Vale lembrar que era costumeiro vê fotos da atual vice-prefeita quando vereadora no lixão, onde a mesma fazia críticas ao ex. Gestor Flaviano Monteiro por não resolver o problema da queima do lixão, porém quando chegou ao executivo nada fez e tão pouco efetuou visitas ao local.

Hortência Regalado no lixão no tempo de vereadora

Projeto filantrópico criado por Gilvan Alves - a 28 anos atrás - acumula 9.300 crianças atendidas



A Loja Maçônica Vale do Apodi e o Capítulo Príncipe Vale do Apodi nº 97 da Ordem DeMolay estão preparando a 28ª edição do Natal Criança Feliz, a ser realizado no próximo domingo, dia 17 de dezembro, uma semana antes da Noite de Natal.

É o principal evento filantrópico do Capítulo, e exige muito esforço, trabalho e dedicação de todos os envolvidos na sua preparação.

O Irmão Gilvan Alves, hoje empresário, vereador e patrocinador do Natal, teve a ideia de realizar o evento, reunindo o Capítulo, a Loja Maçônica Vale do Apodi e empresários apodienses e, desde então, todos se unem na missão de fazer filantropia e levar alegria às crianças carentes da cidade no Natal.

"Ao longo dos 27 anos de realização do Natal Criança Feliz, cerca de 9.300 crianças já foram atendidas pela iniciativa", diz o Irmão Francisco Josivan Alves, Venerável da Loja Vale do Apodi.

Este ano, o Natal Criança Feliz deve atender 120 crianças carentes, selecionadas a partir das comunidades de Juazeiro I e II, Cipó, Juncal, Ponta I e II e Garapa.

Além da distribuição de presentes, lanche e lancheiras, o evento objetiva atrair a atenção das crianças para o significado do Natal, proporcionar-lhes uma lembrança natalina e, de forma geral, dar oportunidade às famílias menos favorecidas da cidade a participarem do Natal.

São parceiros do Capítulo no projeto a Loja Maçônica Vale do Apodi nº 017, o Clube de Mães da Ordem DeMolay Prof.ª Francisca Benta da Silva, cidadãos, lojas e empresários de Apodi.

O Natal Criança Feliz para este ano, incluindo os custos com a distribuição de presentes, lanches e a contratação de artistas locais, está orçado em aproximadamente R$ 2.450,00.


terça-feira, 12 de dezembro de 2017

A Casas Potiguar em Apodi está com uma super promoção de Natal









NETO CARAÚBAS REALIZA PALESTRAS E JOGOS BENEFICENTES NO RN e PB






O fixo Neto Caraúbas retornou a sua cidade natal Caraúbas, de férias no início desta semana, e já colocou em prática novamente seu projeto social de palestras e jogos beneficentes.

Na próxima quinta-feira (14), o potiguar Neto, estará levando sua mensagem de incentivo para os municípios de São Francisco Do Oeste, e e Coronel João pessoa, no RN.

Esse é um trabalho que Neto Caraúbas já realiza a bastante tempo, levando uma mensagem de esperança e sonho, além de alimentar famílias necessitadas através dos jogos.